+MISTURADO

+Misturado Disco vencedor do Grammy Latino 2017
Melhor Disco de Samba/Pagode
FACEBOOK
INSTAGRAM
TWITTER
DEEZER
ITUNES
SPOTIFY
BANDSINTOWN
© 2018 Mart'nália.
Todos os direitos reservados.
Design by graphiarium
Mart'nália

MINHA CARA

1995

Sobre o Álbum

O canto carioca e brasileiro que tem a minha cara. Há muito tempo que sou uma profissional da música. Canto e componho, mas o que me sinto mesmo é músico. Desde menininha foi assim. Estudei piano clássico quatro ou cinco anos. Me dou bem com o violão. E a percussão brasileira para mim não tem segredo.

Produção Executiva:Martinho da Vila
Direção Musical:Ivan Machado
Data de Lançamento: 03/04/1995
Mídia: CD
Gravadora: ZFM / Biscoito Fino

Letras

01 Não Me Balança Mais

Meu amor por você, já foi mais
Te assustava o barulho que ele faz
Te inibia um desejo safado
Pois eu me excedia demais
Se eu te via
O meu corpo ardia
E nem te deixava dormir
Eu que já nem ciúmes sentia
Porque eu só queria sentir
Por você fui logo evitando
Aqueles excessos fatais,
E o meu desejo foi mergulhando
E caiu no deserto dos casais
Se era assim que você me queria
Podando todo o meu tesão
Exubero e te esqueço num dia
Você não me balança mais não
Você já não me balança mais
Você não me balança mais não

Autoria: Mart'nália e Viviane Mosé
Editora: Sony Music / Natasha

Partitura

02 Contradição

Mas agora eu já vou por aí...
Porque não sirvo pra ser de você
E vou por aí, e vou por aí
Não vou, não devo mais transar contigo
Medo

Agora não dá mais
Já tô curtindo azul
Eu sei que o tempo vai nos engolindo
Mesmo na loucura do amor

Ficar contigo é que eu não vou
Não vem, não briga,
Que eu não vou, não vou
Ficar contigo e depois me perder

Agora eu quero é paz
Só vou curtindo azul
Se eu já não posso mais correr perigo
Mesmo na loucura do amor
Ficar contigo é que eu não vou
Morrer contigo
É que eu não vou, não vou
Nessa procura do prazer...
E pra que?

Nem Vem...
Me possuindo com a dor
Me seduzindo que eu não dou, não dou
Não vou Contigo quero te esquecer
Pavor...
De ir contigo com calor...
Volta pro ninho
Que eu já tô que tô
Arrependida de me esconder...

Amor
O seu carinho eu não dou...
Nem vem, Não adianta
Mas vem, vem...

Autoria: Mart'nália e Viviane Mosé
Editora: Sony Music / Natasha

Partitura

03 Pra Que Vou Recordar O Que Chorei

Não quero mais saber de ti
Vou me recuperar, quero sorrir
Esquecendo a quem amei
Pra que vou recordar o que chorei

Se uma frase já não basta
Pra dizer tudo o que sinto
Quando bate um coração
Pra evitar os sofrimentos
Não se deve nessa vida
Se envolver com a ilusão

Não quero mais saber de ti
Vou me recuperar, quero sorrir
Esquecendo a quem amei
Pra que vou recordar o que chorei

Autoria: Dafé
Editora: Universal Publishing

Partitura

04 Grande Amor

Num grande amor
Sempre tem melancolia
Tem tristeza e alegria
Num mundo de ilusão

Num grande amor
Tem de tudo um bocadinho
Tem ternura,tem carinho,
Tem castigo e tem perdão

Se o amor se esvai
Saudade vem
Um novo amor
Virá também
Se alguém brincou, sorriu, cantou
Feliz ficou, feliz ficou
Se amou demais
Perdeu a paz
Chorou, chorou

Autoria: Martinho da Vila
Editora: Irmãos Vitale

Partitura

05 Conto De Areia

É água no mar, é maré cheia ô
mareia ô, mareia

É água no mar...

Contam que toda tristeza

Que tem na Bahia

Nasceu de uns olhos morenos
molhados de mar.
Não sei se é conto de areia
ou se é fantasia

Que a luz da candeia alumia

Pra gente contar.

Um dia morena enfeitada
de rosas e rendas

Abriu seu sorriso de moça

E pediu pra dançar.

A noite emprestou as estrelas

Bordadas de prata

E as águas de Amaralina
eram gotas de luar.
Era um peito só
cheio de promessa era só

Era um peito só cheio de promessa

Quem foi que mandou
o seu amor

Se fazer de canoeiro

O vento que rola das palmas

Arrasta o veleiro

E leva pro meio das águas
de Iemanjá

E o mestre valente vagueia

Olhando pra areia sem poder chegar


Adeus, amor
Adeus, meu amor

Não me espera

Porque eu já vou me embora

Pro reino que esconde os tesouros
de minha senhora
Desfia colares de conchas
pra vida passar

E deixa de olhar pros veleiros

Adeus meu amor eu não vou mais voltar
Foi beira mar, foi beira mar que chamou

Foi beira mar ê, foi beira mar.

Autoria: Toninho Nascimento e Romildo
Editora: Tapajós (EMI)

Partitura

06 Minha Cara

Olha que eu tenho esse jeito
E que eu acho perfeito
E não quero mudar
Pelo menos até eu achar
Que eu tô ficando chato
Olha eu cansei de poesia,
Me ver todo dia, ficar no meu pé
Quero mais é só me visitar,
Com presentes prá me agradar
Perde-se um tempo enorme
Prá entender o mundo por terra ou por mar
Eu só entendo de porre
O mundo é perfeito do balcão de um bar
De onde você tirou
Essa idéia de me fnfernizar
Olha bem na minha cara
Vê se eu tenho cara prá te aturar

Autoria: Dudu Falcão
Editora: Universal-MGB

Partitura

07 Coleção

Sei que você gosta de brincar
De amores
Mas óh: comigo, não! (comigo, não!)
Sei também que você...
Eu não sei...mais nada
Um dia
Você vai
Ouvir
De alguém
O que ouvi de ti
Então irá
Pensar
Como eu
Sonhei em vão
Não vá...ou vá
Você é quem quer...
Quer saber?
Eu amo
Você!

Sei também que você...
Eu não sei...mais nada
Sei que um dia você vai ouvir
De alguém
O que ouvi de ti
Então irá
Pensar
como eu
Sonhei em vão
Não vá...ou vá
Você é quem quer...
Quer saber? [Quer saber?]
Eu amo
Quer saber? [Quer saber?]
Eu amo
Quer saber? [Quer saber?]
Eu amo...yeahhhh
Você!

Autoria: Cassiano
Editora: Warner Chappell

Partitura

08 A Flor E O Samba / Parei Na Sua

Não tenho dinheiro
Só tenho pandeiro e viola
Mas vem depressa pro meu samba
Que ele consola
Menina, pra que desamor
Veja quanta beleza
O samba assim como a flor
Também é natureza
Vem sambar, ia, ia
Vem sambar iô, iô
Ia, ia, iô, iô
Só vive pior
Quem não vai
Sambar na avenida
O samba é o tesouro maior
Que se tem nessa vida
O samba é a liberdade
Sem sangue, sem guerra
Quem samba é de boa vontade
E tem paz nessa terra
Vem sambar, ia, ia
Vem sambar iô, iô
Ia, ia, iô, iô

/

Menina eu parei na sua
Parei e vou me declarar
Eu fico no mundo da lua
Quando vejo você chegar
No samba é um atropelo
Malandro querendo lhe conversar
Eu fico com uma dor de cotovelo
Morando no seu modo de sambar
Mas se você quer se dar bem
Meninazinha, pare na minha
Que vai ter colher de chá
Dou um barraco pra você ser a rainha
E faço samba somente pra você cantar
Laiá, laiá, laiá...
Porém se for pra bagunçar o seu parceiro
A sua barba vai crescer até o fim
Vai ser sapato nos pés de um batuqueiro
Da sua pele vou fazer um tamborim
Mas se você for uma boa companheira
Pra todo canto onde eu for vou lhe levar
Só vai dançar comigo lá na gafieira
Outro malandro vai lhe respeitar
Meninazinha
Laiá, laiá...

Autoria: Candeia // Martinho da Vila
Editora: Irmãos Vitale // Martinho da Vila

Partitura

09 Tentação

Vem meu amor
Vem ficar comigo
Um vazio rói meu coração
Que a emoção já tá por um fio
E a noite traz frio junto `a solidão
Vem viver de mim
Do meu caminhar,
Desse amor sem fim
Que eu tenho prá te dar
Vem prazer de mim
Deitar e rolar
Eu sou seu amor (Com A Dor)
Sem poder te amar
Vem tentação
Que eu te quero agora
Que a paixão prá virar amor tem hora
Sem querer meu calor te implora
Tem poder esse olhar que me devora

Autoria: Mart'nália
Editora: Sony Music

Partitura

10 Entretanto

Não vá agora deixa eu melhorar
Não fique triste tudo vai passar
É só ciume
Doença que contraí
Porque te amo demais
Mas também é loucura,
loucura tem cura, ciume também
E paixão é o que me faz bem

Entretanto não vá
Não vá me abandonar
Você é o remédio,
Que me tira do tédio
Quando me faz amar

Não vá agora
Lembra do nosso abraço, beijo, sexo demais...
Lembra do nosso ninho, nosso cantinho
E tanto desejo não posso disperdiçar
Lembra da nossa música

Entretanto não vá
Não vá me abandonar
Você é o mistério
Que me tira do sério
Quando me faz amar

Autoria: Mombaça e Mart'nália
Editora: Gege Edições (Brasil e América do Sul) e Preta Music (Resto do Mundo)

Partitura

11 Calma

Nem Sei...Tava aqui pensando um pouco
E fui... Bem mais longe que esse mundo
Viver
Tentando conquistar
O seu Amor... cantando vim buscar

Vem, chega mais que tem mistério
Tem, sou de paz sempre que eu canto
É Prazer... De Um Beijo Devagar
Lavando a alma e o mundo,
Prá te dar

Se tem perigo
Vou seguindo a emoção
Não me divido
Mente, Corpo, Coração
Há tanto tipo remando pela contramão
A Vida é um leva e traz
A Liberdade e um pouco
De tudo que nos satisfaz

Vem,Chega Mais Que Tem Mistério
Tem, Sou de paz sempre que eu canto..
É Eu Sei...não dá pra separar
Desejo e loucura

Se tem perigo
Sempre que o amor é demais
Dizer não digo
Que todo mundo é igual
Há tanto tipo
Tentando se manter normal
Nesse mundo Fulgás
A Liberdade é um pouco
De tudo que nos satisfaz

Autoria: Arthur Maia e Mart'nália
Editora: Sony Music

Partitura

12 O Samba É A Minha Escola

Não deixe o samba morrer
É carnaval e hoje é vila na avenida
Dizendo ao povo que não pare de cantar
Porque essa festa tem que ser pra toda a vida

(É a luz)
É a luz do sol
Anunciando um novo dia (e quem vem?)
Vem a Vila Isabel
Fruto da lua de mel
Do samba com a fantasia
Pra lembrar de um tempo
Em que bastava a alegria
De um pierrô apaixonado
Chorando pelo amor da colombina
Ir pro baile mascarado
Brincando de confete e serpentina

Nessa onda que eu vou
Eu vou, eu vou
No Cacique pular, vou me acabar
Venho com o chave de ouro
Passo pela Praça Onze
Meu cordão não vai parar
Viajando no tempo
Que saudade me dá
É preciso uma atitude
Não permita que se mude
Essa cultura popular

Apesar,
Apesar da apoteose
Vou sambar
Vou comemorar tomando uma dose
Pra provar
Que o samba faz a história
É o coração do meu Brasil
O samba é a minha escola
E todo mundo viu,
Cantando...

Autoria: Claudio Jorge, Mart'nália, Agrião e Paulinho da Aba
Editora: ZFM Produções (Universal Publishing) / Gege Edições (Brasil e América do Sul) e Preta Music (Resto do Mundo)

Partitura