notícias

  • Mart'nália apresenta show de '+ Misturado' no Circo Voador

    30/12/2016

    Ah, mas sábado, dia 7, o palco do Circo Voador vai ficar pequeno com tamanha voz e irreverência da cantora Mart’nália em lançamento do disco “+ Misturado”. O show ocorre a partir das 22h, com ingressos no valor de R$ 50.

    Para abrir a noite de apresentação, o local conta com a presença do cantor Matheus VK com seu som dançante e do DJ Bruno Pedrosa na discotecagem, durante os intervalos.

    Mart’nália faz show de apresentação do novo disco “+ Misturado” no Circo Voador, no sábado, dia 7

    Em seu novo trabalho, a cantora apresenta releituras dos seus compositores mais queridos e essenciais para a sua formação musical, assim como canções inéditas de grandes artistas da música brasileira. Dentre as músicas, o repertório do show tem como destaque “Estrela” (Gilberto Gil), “Tempo de Estio” (Caetano Veloso) e as novas “Se Você Disser Adeus” (Geraldo Azevedo/Capinam), “Ouvi Dizer” (Teresa Cristina e Mosquito) e “Eu Te Quero Agora” (Zé Ricardo).

    Além disso, a cantora aproveita para relembrar sucessos antigos, como “Cabide”, do disco “Cabide”, e “Namora Comigo” (2012), do álbum “Não Tente Compreender”.


    Catraca Livre
  • Mart'nália ilumina 'Estrela' de Gil 20 anos após a gravação do compositor

    28/12/2016

    Composição de autoria de Gilberto Gil, a canção Estrela se iluminou com a gravação feita pelo próprio autor para o álbum duplo Quanta (1997). Vinte anos após o belo registro do artista baiano, Estrela reluz na voz de Mart’nália. A cantora incluiu a canção no repertório do 11º álbum, + Misturado, que tem lançamento programado para 6 de janeiro de 2017 pela gravadora Biscoito Fino.

    O que quase ninguém sabe é que Estrela é uma música bem anterior à luminosa gravação de Gil, tendo sido lançada pelo cantor Carlos Pita no álbum Coração de índio (1981) em gravação prejudicada por equivocado arranjo tecnopop e feita há 35 anos que já serão 36 quando 2017 chegar e o álbum da cantora carioca já estiver no mercado fonográfico, junto e misturado com os primeiros lançamentos do ano novo.


    A Notícia do Dia
  • MART´NÁLIA NO CIRCO VOADOR

    25/12/2016

    Verão no Circo não pode faltar ela: Mart’nália! E ainda por cima apresentando o seu novo disco, ‘ + Misturado’, em que canta de quase tudo. Tem samba, pop, rock, entre outras cositas más. Na abertura, um dos destaques da atual cena carioca, Matheus VK! E o som não para nos intervalos com o DJ Bruno Pedrosa. Partiu?

    Conhecida pela sua história com o samba, Mart’nália é a inquietude em pessoa. Se é pra ficar no mesmo lugar fazendo a mesma coisa, é melhor nem chamar. O negócio dela é mudar, arriscar, misturar. Tanto que em 2015 ela rodou uma infinidade de lugares com a turnê intitulada ‘Misturado’, em que, como próprio sugere, colocou tudo na mesma sacola e botou pra jogo. E o resultado não poderia ser outro senão suuu-ceeee-ssooo!

    E aí porque não lançar um disco com essa miscelânea toda. ‘+ Misturado’ vem com releituras de compositores mais que queridos pela cantora e essenciais para a sua formação musical, assim como canções inéditas de grandes artistas da música brasileira. “Estrela” (Gilberto Gil), “Tempo de Estio” (Caetano Veloso), “Linha do Equador (Djavan/Caetano Veloso) e as novas “Se você disser adeus” (Geraldo Azevedo/Capinam), “Ouvi dizer” (Teresa Cristina e Mosquito), “Eu te quero agora” (Zé Ricardo) são algumas pérolas presentes no repertório. Nem precisamos dizer que estamos ansiosos para ver isso em primeira mão, né?

    Pra começar a noite já na malemolência, Mart’nália chamou aquele que convovou todo mundo na chincha para liberar os quadris: Matheus VK! Ícone de um novo hétero, doce, sensível, o artista convida o público a rebolar como uma espécie de pequena revolução pélvica. Não esqueça de fazer aquele alongamento quando entrar na lona ! Nos intervalos, a genialidade de Bruno Pedrosa.

    Serviço:

    MART’NÁLIA

    Abert.: Matheus VK

    Pista: Bruno Pedrosa

    Data: Sábado, dia 07 de janeiro de 2017

    Abertura da casa: 22h

    Ingressos:

    1º lote – LOTE SUJEITO A ALTERAÇÃO SEM AVISO PRÉVIO

    R$ 50 (meia-entrada para estudantes, menores de 21 anos e maiores de 60 anos)

    R$ 50 (ingresso solidário válido com 1 kg de alimento)

    R$ 50 (cliente Odeon que apresentar ingresso de algum filme do cinema ou cliente Sou + Rio)*

    R$ 100 (inteira)

    *O desconto é válido apenas para ingressos comprados na bilheteria do Circo. É necessário apresentar o ingresso Odeon/Voucher Sou +Rio no ato da compra.

    Capacidade: 2.000 pessoas

    Classificação: 18 anos (de 14 a 17 somente acompanhado dos pais)

    Bilheterias: terça à quinta: das 12h às 19h; sexta: das 12h às 24h (exceto feriados) e sábado a partir das 14h.

    Web: www.ingressorapido.com.br


    Piscitelli Entretenimentos
  • 'Não gosto da palavra tributo'

    19/12/2016


    O Gobo
  • Mart'nália mistura Lupicínio, Lokua Kanza e Martinho da Vila no 11º CD

    16/12/2016

    A amargura das músicas do compositor gaúcho Lupicínio Rodrigues (1914 – 1974) soa distante da leveza descontraída do canto de Mart'nália. Mas o fato é que, no 11º álbum da cantora e compositora carioca, + Misturado, a artista junta duas composições de Lupicínio, Ela disse-me assim (Vai embora) (Lupicínio Rodrigues, 1959) e Loucura (Lupicínio Rodrigues, 1973), no medley que encerra o disco.

    No mercado fonográfico a partir de 6 de janeiro de 2017, em edição da gravadora Biscoito Fino, o álbum + Misturado tem participações de Martinho da Vila (na música que abre o disco, Ninguém conhece ninguém), do cantor e compositor congolês Lokua Kanza (na canção Si tu pars) e do cantor e compositor pernambucano Geraldo Azevedo (no inédito samba Se você disser adeus, composto por Geraldo com letra de José Carlos Capinam). Mart'nália também transita no disco por Linha do Equador (Caetano Veloso e Djavan, 1992). O primeiro solar single do álbum + Misturado, Tempo de estio (Caetano Veloso, 1977), está disponível nas plataformas digitais.


    Mauro Ferreira, G1